domingo, 4 de maio de 2008

REGULAMENTO DO JOGO DE TÊNIS DE MESA
Diferença de tênis de mesa e Ping Pong:
Tênis de Mesa e Ping-Pong são esportes semelhantes: Tênis de Mesa constitui-se em algo organizado e mais competitivo. Ping-Pong é um esporte mais descontraído, uma a brincadeira, um lazer.
Mesa
Tem 2,74m de comprimento, por 1,525m de largura e 76cm de altura. Pode ser feita de qualquer material na cor escura e fosca, produzindo um pique uniforme da bola oficial, tendo uma linha branca de 20mm de largura em toda a sua volta.Para jogos de duplas, ela é dividida em duas partes iguais por uma linha de 3mm de largura, no sentido do comprimento.
Rede
A rede tem 1,83m de comprimento e 15,25cm de altura, devendo ser de cor escura. Deve possuir sua parte superior branca e as malhas maiores do que 7,5mm², e menores do que 12,5mm².
Bola
Deve ser feita de celulóide (ou plástico similar), nas cores branca, amarela ou laranja fosca, pesar 2,5g e ter diâmetro de 38mm.
Raquete
A raquete pode ser de qualquer tamanho, forma ou peso e constituída de madeira natural em 85%.O lado usado para bater na bola deve ser coberto de borracha, com pinos para fora tendo uma espessura máxima de 2mm, ou por uma borracha "sanduíche" com os pinos para fora ou para dentro, tendo uma espessura máxima de 4mm.O lado não usado para bater na bola deve ser manchado de cores diferentes da borracha.Em jogos oficiais a raquete tem que Ter duas cores diferentes, preta e vermelha.Não é permitido jogar com o lado da madeira.
Partida
Constitui-se de sets de 21 pontos. Pode ser jogada em um único set, em melhor de três ou cinco sets. - No caso de empate em 20 pontos o vencedor será aquele que fizer 2 pontos consecutivosprimeiro.O jogador que atua o 1o. set em um lado é obrigado a atuar no lado contrário no set seguinte.Na partida quando houver "negra" (1 a 1) ou (2 a 2), os jogadores devem mudar de lado logo que um jogador consiga 10 pontos.
Saque
A bola deve ser lançada para cima (16 cm no mínimo), na vertical e, na descida, deve ser batida de forma que ela toque primeiro no campo do sacador, passe sobre a rede sem tocá-la e toque no campo do recebedor.O saque deve ser dado atrás da linha de fundo ou na extensão imaginária desta.Cada jogador tem o direito a 5 saques seguidos, mudando sempre quando a soma dos pontos seja cinco ou seus múltiplos.Com o placar 20 a 20, a seqüência de saque deve ser a mesma, mas cada jogador deve produzir somente um saque até o final do jogo.O direito de sacar primeiro ou escolher o lado deve ser decidido por sorteio, sendo que o jogador que começou a sacar no 1º set começará recebendo no 2º set e assim sucessivamente.
Uma Obstrução (Não vale o ponto):
A partida deve ser interrompida quando:
O saque queimar a rede;
O adversário não estiver preparado para receber o saque (e desde que não tenha tentado rebater a bola);
Houver um erro na ordem do saque, recebimento ou lado;
Forem as condições de jogo perturbadas (barulho, a bola quebrar etc).
Um Ponto
A não ser que a partida sofra obstrução (não vale ponto) um jogador perde ponto quando:
Errar o saque;
Errar a resposta;
Tocar na bola duas vezes consecutivas;
A bola tocar em seu campo duas vezes consecutivas;
Bater com o lado de madeira da raquete;
Movimentar a mesa de jogo;
Tocar a rede ou seus suportes;
Sua mão livre tocar a mesa durante a seqüência.
Correção da hora de sacar receberá ou lado.
Se um jogador der um ou mais saques além dos cinco de direito, a ordem será restabelecida assim que for notado, tendo o adversário que completar o múltiplo de cinco. Ex: 14 a 11; o saque mudou em 16 a 11; o jogador que sacar terá apenas três saques.Se no último set possível, os jogadores não trocaram de lado quando deveriam fazê-lo, deverão trocar, assim que se perceba o erro. A contagem será aquela mesma de quando a seqüência foi interrompida.Em hipótese alguma haverá volta de pontos. Todos os pontos contados antes da descoberta do erro devem ser confirmados.
Jogos de duplas
Valem as mesmas regras, sendo que: O saque tem que ser feito do lado direito do sacador para o lado direito do recebedor; A ordem do saque é estabelecida no início do jogo e a seqüência será natural: Jogador A saca para o XJogador X saca para o BJogador B saca para o YJogador Y saca para o AE assim, sucessivamente, cada jogador vai dando 5 saques. No empate 20 a 20, cada jogador só dará 1 saque por vez;Se a bola do saque tocar a rede (queimar),e cair no lado esquerdo do recebedor - além da linha central - o sacador deverá perder o ponto.
VestimentaCamisas, shorts e saias podem ser de quaisquer cores sem serem da cor da bola em uso (branca, amarela ou laranja). Neste caso somente a gola, as mangas e enfeites da camisa poderão ser destas cores.
3 tipo de regra do ping-pong
(tenis de mesa)
FEDERAÇÃO CEARENSE DE TÊNIS DE MESA
REGRAS SIMPLIFICADAS DO TÊNIS DE MESA
Tênis de Mesa e Ping-Pong têm regras semelhantes, sendo que o primeiro constitui-se em algo organizado e mais competitivo, enquanto que o segundo é o esporte mais descontraído. É a brincadeira,é o lazer.
A MESA
Tem 2,74m de comprimento, por 1,52m de largura e 76cm de altura. Pode ser feita de qualquer material na cor escura e fosca, produzindo um pique uniforme de bola oficial(aprovada pela ITTF); tendo uma linha branca de 20mm de largura em toda a sua volta. Para os jogos de duplas, ela é dividida em duas partes iguais por uma linha branca de 3mm de largura, no sentido do comprimento.
A REDE
A rede tem 1.83m de comprimento e 15,25cm de altura, devendo ser de cor escura. Deve possuir a sua parte superior branca e as malhas maiores do que 7,5mm2, e menores do que 12,5mm2.
A BOLA
Deve ser feita de celulóide(ou plástico similar), nas cores branca ou amarela fosca, pesar 2,5g e ter diâmetro de 38mm.
A RAQUETE

1. A raquete pode ser de qualquer tamanho, forma ou peso e constituída de madeira natural em 85%.2. O lado usado para bater na bola deve ser coberto com borracha, com pinos para fora tendo uma espessura máxima de 2mm, ou por uma borracha "sanduíche" com os pinos para fora ou para dentro, tendo uma espessura máxima de 4mm.3. O lado não usado para bater na bola deve ser manchado de cor diferente da borracha.4. A raquete tem que ter duas cores diferentes, para ser usada.5. Não é permitido jogar com o lado da madeira.
A PARTIDA

1. Constituí-se de sets de 21 pontos. Pode ser jogada em um único set e em melhor de três ou cinco sets. No caso de empatado em 20 pontos o vencedor será aquele que fizer 02 pontos consecutivos primeiro.2. O jogador que atua o 1° set num lado é obrigado a atuar no lado contrário no set seguinte.3. Na partida quando houver "negra" (1 a 1) ou (2 a 2), os jogadores devem mudar de lado logo que um jogador consiga 10 (dez) pontos.
O SAQUE

1. A bola deve ser lançada para cima (16cm no mínimo), na vertical e. na descida, deve ser batida de forma que ela toque primeiro no campo do sacador, passe sobre a rede sem tocá-la e toque no campo recebedor2. O saque deve ser dado atrás da linha de fundo ou extensão imaginária desta.3. Cada jogador tem direito a 05(cinco) saques seguidos, mudando sempre quando a soma dos pontos seja cinco ou os seus múltiplos. Ex.: 3 a 2 = 5 ou 6 a 9 = 15, 13 a 7 = 20. 4. Com o placar 20-20, sequência de sacar e receber deve ser a mesma, mas cada jogador deve produzir somente um saque até o final dp jogo.5. O direito de sacar primeiro ou escolher o lado deve ser decidido por sorteio(cara ou coroa/par ou ímpar), sendo que o jogador que começou a sacar no 1° set comecará recebendo no 2° set e assim sucessivamente
UMA OBSTRUÇÃO (NÃO VALE PONTO)
A partida deve ser interrompida quando:

1. O saque "queimar" a rede2. O adversário não estiver preparado para receber o saque (e desde que não tenha tentado rebater a bola).3. Houver um erro na ordem do saque, recebimento ou lado.4. Forem as condições do jogo perturbadas (barulho,etc...)
UM PONTO)
A não ser que a partida sofra obstrução (não vale ponto) um jogador perde um ponto quando:

1. Errar o saque.2. Errar a resposta.3. Tocar na bola duas vezes consecutivas.4. A bola tocar em seu campo duas vezes consecutivas.5. Bater com o lado de madeira da raquete.6. Movimentar a mesa de jogo7. Tocar a rede ou os seus suportes8. Bater o pé ao sacar (ele ou o seu parceiro)9. Sua mão livre tocar a superfície da mesa durante a sequência
CORREÇÃO DA ORDEM DE SACAR,RECEBER OU LADO
Se um jogador der um ou mais saques além dos cinco de direito, a ordem será reestabelecida assim que for notado, tendo o adversário que completar o múltiplo de cinco. Ex.: 14 a 11, o saque mudou em 16 a 11; o jogador que saca terá apenas três saques. Se no último set possível, os jogadores não trocarem de lado quando deveriam fazê-lo, devem trocar imediatamente, assim que se perceba o erro. A contagem será aquela mesma de quando a sequência foi interrompida. Em hipótese alguma haverá volta de pontos. Todos os pontos contados antes da descoberta do erro devem ser confirmados.
JOGOS DE DUPLA
Valem as mesmas regras, sendo que:

1. O saque tem que ser feito do lado direito do recebedor2. Cada jogador só pode tocar uma só vez na bola3. A ordem do saque é estabelecida no início do jogo e a sequência será natural:Jogador A saca para o XJogador X saca para o BJogador B saca para o YJogador Y saca para o AE assim sucessivamente, cada jogador vai dando 5 saques. No empate 20-20, cada um só dá 1 saque por vez4. Se a bola do saque tocar a rede (queimar), e cair no lado esquerdo do recebedor-além da linha central -o sacador perderá o ponto.
segundo tipo de regra no ping-pong
(tenis de mesa)
Regras Simplificadas do Tênis de Mesa
Diferença de tênis de mesa e Ping Pong:
Tênis de Mesa e Ping-Pong são esportes semelhantes: Tênis de Mesa constitui-se em algo organizado e mais competitivo. Ping-Pong é um esporte mais descontraído, uma a brincadeira, um lazer.
Mesa
Tem 2,74m de comprimento, por 1,525m de largura e 76cm de altura. Pode ser feita de qualquer material na cor escura e fosca, produzindo um pique uniforme da bola oficial, tendo uma linha branca de 20mm de largura em toda a sua volta.
Para jogos de duplas, ela é dividida em duas partes iguais por uma linha de 3mm de largura, no sentido do comprimento.
Rede
A rede tem 1,83m de comprimento e 15,25cm de altura, devendo ser de cor escura. Deve possuir sua parte superior branca e as malhas maiores do que 7,5mm², e menores do que 12,5mm².
Bola
Deve ser feita de celulóide ( ou plástico similar ), nas cores branca, amarela ou laranja fosca, pesar 2,5g e ter diâmetro de 38mm.
Raquete
A raquete pode ser de qualquer tamanho, forma ou peso e constituída de madeira natural em 85%.
O lado usado para bater na bola deve ser coberto de borracha, com pinos para fora tendo uma espessura máxima de 2mm, ou por uma borracha "sanduíche" com os pinos para fora ou para dentro, tendo uma espessura máxima de 4mm.
O lado não usado para bater na bola deve ser manchado de cor diferentes da borracha.
Em jogos oficiais a raquete tem que Ter duas cores diferentes, preta e vermelha.
Não é permitido jogar com o lado da madeira.
Partida
Constitui-se de sets de 21 pontos. Pode ser jogada em um único set, em melhor de três ou cinco sets. No caso de empate em 20 pontos o vencedor será aquele que fizer 2 pontos consecutivosprimeiro.
O jogador que atua o 1o. set em um lado é obrigado a atuar no lado contrário no set seguinte.
Na partida quando houver "negra" ( 1 a 1 ) ou ( 2 a 2), os jogadores devem mudar de lado logo que um jogador consiga 10 pontos.
Saque
A bola deve ser lançada para cima ( 16 cm no mínimo ), na vertical e, na descida, deve ser batida de forma que ela toque primeiro no campo do sacador, passe sobre a rede sem tocá-la e toque no campo do recebedor.
O saque deve ser dado atrás da linha de fundo ou na extensão imaginária desta.
Cada jogador tem o direito a 5 saques seguidos, mudando sempre quando a soma dos pontos seja cinco ou seus múltiplos.
Com o placar 20 a 20, a sequência de saque deve ser a mesma, mas cada jogador deve produzir somente um saque até o final do jogo.
O direito de sacar primeiro ou escolher o lado deve ser decidido por sorteio, sendo que o jogador que começou a sacar no 1º set começará recebendo no 2º set e assim sucessivamente.
Uma Obstrução (Não vale o ponto):
A partida deve ser interrompida quando:
O saque queimar a rede;
O adversário não estiver preparado para receber o saque ( e desde que não tenha tentado rebater a bola);
Houver um erro na ordem do saque, recebimento ou lado;
Forem as condições de jogo perturbadas ( barulho, a bola quebrar etc ).
Um Ponto
A não ser que a partida sofra obstrução ( não vale ponto ) um jogador perde ponto quando:
Errar o saque;
Errar a resposta;
Tocar na bola duas vezes consecutivas;
A bola tocar em seu campo duas vezes consecutivas;
Bater com o lado de madeira da raquete;
Movimentar a mesa de jogo;
Tocar a rede ou seus suportes;
Sua mão livre tocar a mesa durante a sequência.
Correção da hora de sacar, receberá ou lado.
Se um jogador der um ou mais saques além dos cinco de direito, a ordem será restabelecida assim que for notado,tendo o adversário que completar o múltiplo de cinco. Ex.: 14 a 11, o saque mudou em 16 a 11; o jogador que sacar terá apenas três saques.
Se no último set possível, os jogadores não trocaram de lado quando deveriam faze-lo, deverão trocar, assim que se perceba o erro. A contagem será aquela mesma de quando a sequência foi interrompida.
Em hipótese alguma haverá volta de pontos. Todos os pontos contados antes da descoberta do erro devem ser confirmados.
Jogos de duplas
Valem as mesmas regras, sendo que :
O saque tem que ser feito do lado direito do sacador para o lado direito do recebedor;
A ordem do saque é estabelecida no início do jogo e a sequência será natural:
Jogador A saca para o X
Jogador X saca para o B
Jogador B saca para o Y
Jogador Y saca para o A
E assim, sucessivamente, cada jogador vai dando 5 saques. No empate 20 a 20, cada jogador sódará 1 saque por vez;
Se a bola do saque tocar a rede ( queimar ),e cair no lado esquerdo do recebedor - além da linhacentral - o sacador deverá perder o ponto.
Vestimenta
Camisas, shorts e saias podem ser de quaisquer cores sem serem da cor da bola em uso ( branca, amarela ou laranja ). Neste caso somente a gola, as mangas e enfeites da camisa poderão ser destas cores.

sábado, 19 de abril de 2008

Historia do ping pong

O Ténis de Mesa e as suas origens remontam ao fim do século XIX.
As referências sobre as suas origens são uma mistura de lenda e realidade.
A versão mais popular e preferida por Gerald Gurney e Ron Crayden, referem importantes referencias e afirmações, donde dizem que tudo começou numa tarde chuvosa do ano de 1870 na sede de um clube de ténis de Inglaterra.
Um grupo de jogadores de tenis aborrecidos tinham improvisado uma versão em miniatura do ténis para jogar em casa ou em recintos fechados. Com os elementos disponíveis e existentes na sala do clube, usarão a mesa de jogar o pool com alguns livros a fazer de rede e como raquete utilizarão as tampas das caixas dos charutos, enquanto que as bolas erão as rolhas das garrafas de champanhe cortadas o mais esférico possível.
(Também se diz que numa versão alternativa foram soldados ingleses a prestar serviço na índia que estando aborrecidos, improvisarão este novo jogo).
Em 1884 a empresa Ayres de Inglaterra punha a venda um “jogo de ténis de sala em miniatura” e em 1890 David Fostes, industrial na Inglaterra patenteou um “jogo de mesa de salão” que consistia de uma mesa rodeada por uns separadores para manter a bola dentro dos seus limites, mas não se sabe se este jogo chegou a ser comercializado.
Em 1891 um fabricante de artigos desportivos chamado Jorna Iaques patenteou outro jogo deste estilo e deu-lhe o nome de “Tossia” mas não teve muita aceitação.
No mesmo ano, Charões Bater patenteou uma versão do jogo com bolas de cortiça, e por sua vez o famoso atleta Games Gibão criou um jogo para jogar em cima de uma superfície de madeira elevada com uma rede suspensa por dois postes, as bolas erão de borracha, as raquetes estavam cobertas com pergaminho, os cabos tinham 45 centímetros de cumprimento e jogava-se a 21 pontos.
Depois de uma viagem aos Estados Unidos descobriu as bolas de celulóide e decidiu usa-las em vez das bolas de borracha e teve um grande êxito. Pelo som que as novas bolas produziam ao impactarem no pergaminho das raquetes contra a madeira da mesa, a partir de então este desporto começou a ser conhecido por “Ping-Pong”.
Assim, Hamley Bros. De Inglaterra imediatamente registou esse nome e logo compartio com Iaques, que deixou aos poucos de usar a marca Tossia. No entanto os direitos nos Estados Unidos foram vendidos a Parker Bros. Desde esse momento “Ping-Pong” passou a ser uma marca registada e comercializada legalmente.
Em 1899 este jogo alcançou o máximo da sua popularidade em Inglaterra, estendendo-se a outras regiões do mundo, com a sua influencia a empresa de Iaques começou a exportar este jogo para a India, Africa do Sul e Austrália.
Entretanto concorrentes de Iaques foram lançando varias versões deste jogo com vários nomes como “Whiff-Walff” e “Flin-Flan” mas não conseguirão impor-se com estas marcas ao já popular “Ping-Pong”.
Este desporto passava a ter um grande êxito em escolas, colégios e universidades.
Diz-se que por volta do ano 1899 um aluno de um prestigioso colégio de Londres com 14 anos de idade, começa a usar uma raquete com o cabo curto também de pergaminho, no jogo utiliza-se uma rede de 17,5 centímetros de altura.
Nesse mesmo ano começa a jogar um jovem natural de Londres chamado Percy Bromfield que vem a ser fundamental na promoção deste desporto.
Os mais entusiastas deste novo desporto são praticamente todos jogadores de ténis. Assim é que tenistas como Ritchie y Eames, foram os primeiros secretários de clubes de ténis de mesa e começarão a documentar e a dar os primeiros passos organizados neste desporto.
Em 1901 em Inglaterra os torneios de Ping-Pong tinham sempre um grande numero de participantes mais de 300 jogadores, já nessa altura os prémios chegavam a até 25 libras para os vencedores.
Foi no ano de 1901 que foi fundada a Associação Inglesa de Ping-Pong com 39 clubes filiados de todo o pais e mais de 500 jogadores.
Nesta nova etapa deste desporto o serviço era feito como no ténis ao outro lado da mesa. A altura da rede estava entre os 17 e os 17,5 centímetros.
A modalidade de pares era conhecida como “Jogo a quatro mãos”.
Na informação da época diz-se que a fabrica Brantham de Essex produziam uns 2,5 milhões de bolas por semana e que se vendiam em todo o mundo.
É nesta época que aparece a primeira raquete coberta com cortiça e com picos que foi patenteada por Frank Bryan com a marca comercial “Atropos” e foi aceite universalmente. A ideia original foi atribuída a Goode, que usou placas de borracha que os farmacêuticos da época usavam em cima do balcão para por o troco dos clientes, esta invenção logo lhe deu uma grande vantagem no jogo que desenvolvia sobre os seus adversários como se demonstrou com as vitorias que conseguiu na época.
Também aparecerão as raquetes de alumínio muito rápidas mas muito caras e não tiveram êxito. Ayres e Bussey introduzirão algumas raquetes encordoadas como se fossem pequenas raquetes de ténis, mas estas não tinham muito controle da bola na altura do impacto e depões até foram proibidas de se usar nos torneios (provavelmente porque não faziam ruído ao golpear a bola).
As primeiras bolas eram duas metades que logo se união, o que produziam um ressalto inconsistente e erão muito irregulares. Mas Iaques começou a fabricar uma versão em que a união na bola não se notava, e também aproveitou para aperfeiçoar e manter, tamanho e forma.
Com o passar do tempo as bolas foram sendo fabricadas cada vez mais duras e maiores o que facilitava o jogo rápido.
Em 1902 começa a publicar-se o “Table Tennis Passtimes Pioneer”, um jornal semanal que logo atingiu uma tiragem de 20 mil exemplares. A essa altura já tinham sido editados na Inglaterra e nos Estados Unidos uns 20 mil livros sobre este jogo. Pelo ano de 1903 foram distribuídos panfletos que recomendavam aos homens evitar de usar fatos e as mulheres vestidos muito complicados para jogar, também davam conselhos práticos sobre como usar os cabos curtos e algumas tácticas.
Os jogadores ingleses de maior êxito nesta época foram Parker, Bronfield, Warden, Ross, Payme, Thompson, Goode e Finney. Todos eles tiveram grande influencia na evolução deste desporto.
Por esta época as raquetes eram vendidas por um lado e o resto dos acessórios e estojos se fabricavam basicamente na Inglaterra e Estados Unidos.
A partir de 1904 faz se referencia a uma caída drástica da popularidade deste desporto. Mas em 1922 o “Ping-Pong” já tinha entrado em outras regiões de fora de Inglaterra como o Pais de Gales, França, Suécia e países da Europa Central, que já tinham este desporto regulamentado e com um calendário de torneios muito bem programado.
Inclusivamente com uma versão modificada o Japão a China e a Coreia também regulamentavam e unificavam este desporto.
Em 1926 é fundada a Associação Inglesa de Ténis de Mesa substituindo a de Ping-Pong, e são criados novos regulamentos e estatutos. Ivor Montagu foi o primeiro presidente e Hill Pope o primeiro secretario.
Durante um torneio internacional em Berlim organizado pelo Dr. Lehmann, com a participação de jogadores Alemães, Austríacos, Húngaros e Ingleses, é formada uma Federação Internacional provisória e se estabelecem regras e o compromisso de se organizar o primeiro campeonato e congresso mundial em Londres.
O I Campeonato e o Congresso Mundial de Ténis de Mesa é realizado prontamente, no mesmo ano de 1926 em Londres esta organização teve um défice para os Ingleses de 300 libras esterlinas. No Congresso Mundial foi criada formalmente a Federação Internacional de Ténis de Mesa (ITTF) e foi nomeado Montagu presidente e Pope secretario, cargo que ocuparia até á sua morte em 1950.
A taça para o I torneio por equipas masculinos foi oferecida pela mãe de Montagu, Lady Swaythling, assim nasceu a famosa “Taça Swaythling” .
No primeiro Campeonato Mundial participarão Hungria, Áustria, Inglaterra, Pais de Gales, Checoslováquia e Alemanha. Com estes participantes não se teria podido chamar o primeiro campeonato mundial de ténis de mesa, mas graças á participação de uma equipa da Índia composta por 8 hindus residentes em Londres a denominação foi mesmo de Campeonato Mundial.
Só 14 mulheres participarão, 11 Inglesas, 2 Austríacas e 1 Hungara.
Os Húngaros arrasarão em todas as modalidades donde participarão.
O primeiro mundial foi disputado em 6 mesas com rede de 17 centímetros o que promoveu um jogo defensivo e favoreceu este tipo de jogadores.
Não havia grande etiqueta quanto ao equipamento só era recomendado não jogar com roupa branca, assim que os jogadores usavam a sua roupa habitual de sair e alguns deles até com a respectiva gravata e as mulheres jogavam de roupa habitual da época com as saias até aos pés.
O primeiro Congresso Mundial tentou unificar os regulamentos baseados no formato usado no mundial, á melhor de 3 jogos e a 21 pontos para as equipas e á melhor de 5 jogos para os individuais, mas em 1927 foi oficializado uma segunda versão dos regulamentos que foi preferida na Europa Central e que era muito similar ao ténis de campo em setes de 6 jogos.
No Congresso Mundial de Estocolmo em 1928 é decidido unificar o sistema seguindo o formato de que todos os jogos seriam a 21 pontos.
Já nessa altura o ténis de mesa era um desporto de alta competição e exigia muita dedicação, muito trabalho e muito treino.
È interessante citar o caso de Fred Perry, campeão mundial de ténis de mesa
Em 1928. Que quando sentiu que já não podia competir entre os melhores jogadores de tenis de mesa se dedicou ao ténis de campo e foi muito famoso em Wimbledon. Habitualmente no nosso meio se argumentava que ele tinha perdido rapidez para competir a alto nível em ténis de mesa, mas que não tinha problemas para continuar com o êxito a praticar desportos mais lentos como o ténis de campo,
Os Húngaros dominarão o panorama mundial de 1926, 1928, 1929, 1930, 1931, 1932, 1933, 1935 também os Ingleses, checoslovacos, polacos, Austríacos até 1951, os Japoneses apareceram de 1952 a 1957 e logo os Chineses de 1959 a 1965, entretanto e até á actualidade ouve muitas mudanças tanto nas regras regulamentares como nas mudanças com o material, algumas de grande importância no futuro da modalidade, mas mesmo assim são os Chineses que continuam a dominar este desporto a nível mundial.
Traduzido e adaptado por, A. Cruz, para a Federação Angolana de Ténis de Mesa
ALGUMAS CURIOSIDADES DO NOSSO DESPORTO
Sabia que? A primeira vez que se usou a frase “Ténis de Mesa” foi para denominar um jogo de mesa com dados baseado no tenis de campo e fabricado pela Singer de NY sobre o ano de 1887 mais ou menos.
Sabia que? “Ping – Pong” não é um nome alternativo para “Ténis de Mesa” nem tão pouco é o nome da versão recreativa de salão ( como vulgarmente os mesatenistas se referem aos jogadores não federados)? “Ping – Pong” é uma marca comercial registada como “Coca-Cola” ou “Levis”.
Sabia que? O Ténis de Mesa no ano de 1902 produziu um fenómeno social extraordinário chamado de “ A loucura do Ping – Pong” foi motivo de capas de revistas, de artigos de primeira pagina nos jornais, caricaturas, arte, publicidade e até usado para promover a venda de bebidas e até cigarros? Foi um fenómeno á escala mundial.
Sabia que? O Tenis de Mesa nos seus inícios –quando era lento e de impacto muito baixo – foi visto e até publicitado como um “igualador social” donde mulheres e miúdos podiam competir contra os homens, e donde quem sustentava o poder como a realeza, os militares e os policia estavam ao mesmo nível de qualquer outro cidadão comum?

Historia do ping pong

O tênis de mesa surgiu na Inglaterra no século XIX. Imitando o jogo de tênis num ambiente fechado, objetos do dia-a-dia eram usados como equipamento: uma fileira de livros poderia ser usada como rede, uma rolha de garafa como bola e uma caixa de charutos como raquete.[1].
A popularidade do jogo fez com que as empresas de brinquedos iniciassem a venda de equipamentos comercialmente. As raquetes antigas eram muitas vezes feitas de madeira que gerava muito barulho, criando o nome ping pong. A partir daí o nome ping pong foi largamente usado até que a empresa inglesa J. Jaques registrou marca em 1901 e então os outros fabricantes passaram a usar o nome tênis de mesa. O mesmo ocorreu nos Estados Unidos onde Jaques vendeu os direitos do nome ping pong para os Parker Brothers.
Uma inovação importante veio com James Gibb, um inglês apaixonado pelo jogo, que descobriu umas bolas de celulóide em uma viagem aos Estados Unidos em 1901 e achou que seriam ideais para o jogo. Logo em seguida, em 1903, E.C. Goode inventou uma versão moderna da raquete, com uma borracha colada sobre a lâmina de madeira.
A popularidade do tênis de mesa cresceu em 1901 quando torneios foram organizados, livros foram escritos e um Mundial não oficial ocorreu em 1902. Em 1921, foi criada uma Associação de Tênis de Mesa e, logo em seguida, a Federação Internacional (ITTF) em 1926. Londres sediou o primeiro Mundial em 1927. Mas só em 1988, em Seul o esporte se tornou Olímpico.
No fim de 2000, as antigas bolas de 38 mm foram oficialmente trocadas pelas de 40 mm. Tal medida foi tomada para aumentar a resistência do ar sobre a bola e efetivamente tornar o jogo mais lento. Já naquela os jogadores começaram a aumentar a grossura da esponja da borracha tornando o jogo extremamente rápido. Após a mudança espera-se que o tênis de mesa seja mais fácil de ser assistido e que assim o esporte ganhe popularidade.

[editar] Tênis de mesa no Brasil
No Brasil, os iniciantes da prática do esporte eram turistas ingleses que, por volta de 1905, começaram a implantá-lo no país. No ano de 1912 foi disputado o primeiro campeonato por equipes na cidade de São Paulo, sagrando-se vencedor o Vitória Ideal Clube. Até então, o tênis de mesa era praticado somente em casas particulares e em clubes.
Nas décadas seguintes, atletas cariocas representados por De Vicenzi, A. Neves e G. Ferreira, e paulistas representados por Bolonga, F. Nunes e W. Silva, aprovaram a tradução das regras e assinaram convênios que levaram à oficialização do Tênis de Mesa pela
Confederação Brasileira de Desportos. Em 1947, graças ao esforço de De Vicenzi, o Brasil participou do 3º Campeonato Sul-Americano, fato que marca o início da participação brasileira em competições internacionais.
Atualmente, há competições de Tênis de Mesa em todos os estados do Brasil, que congregam por volta de vinte mil atletas.
[2]

[editar] Popularidade
O tênis de mesa é muito popular na
China sendo o segundo esporte em popularidade. O país possui cerca de 10 milhões de praticantes federados. Tal popularidade é fruto da massificação promovida pelo líder comunista Mao Tse-Tung devido à adaptação do esporte à espaços reduzidos, ideal para o país mais populoso do mundo.[3]
No mundo, estima-se que há 300 milhões de praticantes ocasionais[4] e cerca de 40 milhões de praticantes federados[5] distribuídos entre 186 federações filiadas à ITTF, a Federação Internacional de Tênis de Mesa.

[editar] Regras do jogo

[editar] O jogo
Uma partida de tênis de mesa é disputada em melhor de qualquer número de sets ímpares
[6]. Usualmente, torneios nacionais são disputados em melhor de 5 sets e torneios internacionais em melhor de 7 sets, o que signica que o jogador ou dupla que vencer, respectivamente, 3 ou 4 sets vence a partida. Para vencer um set, o jogador ou dupla precisa somar 11 pontos ou, em caso de empate em 10 pontos, somar dois pontos de vantagem em relação ao seu adversário.
A partida se inicia com o saque de um dos oponentes conforme a ordem de saque escolhida pelo vencedor do sorteio para tal fim. Cada jogador tem o direito de sacar duas vezes consecutivas independente da pontuação que obtiver. Em duplas, a ordem de saque é alternada entre as duplas e entre os jogadores de modo que cada um dos quatro jogadores saque, sequencialmente, duas vezes.

[editar] O saque
A atual regra de saque para as partidas de tênis de mesa inclue várias restrições ao modo como se deve fazê-lo. Antes de ser efetuado o saque, o jogador deve repousar a bola sobre sua mão espalmada de modo que o adversário e os árbitros possam vê-la. A bola deve ser lançada verticalmente para cima no mínimo 16 cm acima da posição de repouso. Durante esse lançamento e no golpe subsequente o sacador não pode colocar seu corpo, acessórios ou sua própria raquete entre a bola e o sacador de modo que impeça este de observá-la.
No saque, o sacador deve rebater a bola fazendo com que ela toque em sua mesa e, em seguida, na mesa do adversário. Apenas em jogos de duplas é obrigatório que o bola toque no lado direito da mesa do sacador e, em seguida, no lado direito da mesa do recebedor.
[7]. Se, após tocar a mesa do sacador, a bola tocar na rede e tocar na mesa do recebedor caracteriza-se uma obstrução e o saque deve ser repetido sem ônus de pontos para os jogadores. O número de obstruções no saque é ilimitado, ou seja, o jogardor deve sacar até que o saque seja considerado bom ou até que erre o saque.

[editar] A área de jogo
Em jogos oficiais, a área de jogo deve ter pelo menos 14 m de comprimento, 7 m de largura e 5 m de altura e ser circundada por separadores (comumente conhecidos como "aparadores") de até 1,5 m de comprimento e até 0,75 m de altura.
[8]
Considera-se ideal que a área de jogo seja iluminada artificialmente (em ginásios sem focos de luz) e não tenha no chão, nas paredes ou no teto coberturas ou objetos brilhantes que possam atrapalhar a visão dos jogadores.

[editar] Sistema de aceleração
O sistema de aceleração é uma regra implantada com o objetivo de coibir anti-desportividades durante as partidas como a falta de competitividade, na qual os jogadores trocam bolas sem o objetivo de vencer o ponto. Contudo, sua execução em jogos é rara e, por pouco uso, confusa.
Essa regra prevê que, se nenhum dos atletas alcançou o número de 9 pontos num set após pelo menos 10 minutos jogados ou a pedido de um dos atletas, um dos árbitros iniciará a contagem dos golpes de cada atleta. A cada saque, se o recebedor ou dupla recebedora fizer 13 retornos bons, o recebedor deverá ganhar o ponto disputado.
[9]

[editar] Equipamentos

Mesa, raquete e bola para a prática do tênis de mesa.

[editar] A mesa
A parte superior da mesa de jogo deve ser retangular e é denominada superfície de jogo. Os lados verticais do tampo da mesa não fazem parte da superfície de jogo. Suas dimensões devem ser de 2,74 m de comprimento, 1,525 m de largura e 0,76 m de altura.
[10]
A superfície de jogo pode ser de qualquer material desde que este produza na bola um quique uniforme em torno de 23 cm quando lançada de uma latura de 30 cm. A cor desse material deve ser escura e fosca contendo linhas brancas de 2 cm de largura ao longo das extremidades laterais e das linhas de fundo da mesa. A superfície de jogo, ainda, deve ter uma linha central de largura de 3 mm que divide cada lado da mesa em duas partes a fim de ser utilizada em jogos de duplas.

[editar] A rede e seus acessórios
No tênis de mesa a rede é o conjunto do pano da rede, da suspensão e dos postes-suportes incluindo os ferros que a fixam à mesa. A rede deve ter a altura de 15,25 cm e deve se prolongar 15,25 cm para fora de cada lado da mesa.

[editar] A bola
A bola usada nas competições de tênis de mesa deve ser feita de celulóide ou plástico similar e ter diâmetro de 40 mm. Seu peso deve idela é de 2,74 g e sua cor deve ser branca ou laranja fosca.
Desde após os
Jogos Olímpicos do ano 2000, a bola utilizada em competições de tênis de mesa passou a ter o diâmetro de 40 mm.[11] Antes dessa mudança, as bolas utilizadas nas partidas tinham o diâmetro de 38 mm, o que lhes conferia mais velocidade em relação às bolas usadas atualmente se ambas forem submetidas a condições idênticas na comparação.

[editar] A raquete
A raquete usada nas competições de tênis de mesa pode ser de qualquer tamanho, forma ou peso
[12], porém a lâmina deve ser plana e rígida. Além disso, pelo menos 85% da do material da raquete em relação à espessura deve ser de madeira natural.
O lado da raquete utilizado para bater na bola deve ser coberto por uma borracha com pinos para fora tendo uma espessura máxima de 2 mm ou uma borracha
"sanduíche" com pinos para dentro ou para fora tendo uma espessura máxima de 4 mm.
As raquetes devem ter pelo menos um material de coberturaque não deve se estender-se além dos limites da lâmina da raquete, bem como não deve ser curto a ponto de permitir que a bola bata diretamente na madeira da raquete.
Obrigatoriamente, o material de cobertura deve ser de cor fosca sendo vermelho-vivo de um lado e preto do outro. Mesmo que um dos lados não possua cobertura, essas cores devem ser aplicadas uma em cada lado da raquete.
[13]
Antes do início de uma partida, as raquetes de cada jogador devem ser verificadas pelos àrbitros e pelo jogador adversário. Iniciada a partida a raquete não deve ser trocada sem o consentimento do árbitro e do adversário.

[editar] Empunhaduras

[editar] Clássica
Na empunhadura clássica a raquete é empunhada de maneira a se parecer com um aperto de mãos, onde o indicador repousa sobre uma das borrachas.
[14] Jogadores classistas utilizam os dois lados da raquete com borrachas para golpear a bola.

[editar] Caneta
Na empunhadura caneta o jogador a segura a raquete de forma que se pareça com o manusear de uma caneta ao escrever.
[14] Jogadores caneteiros utilizam apenas um dos lados da raquete com borracha para golpear a bola.

[editar] Classineta
A empunhadura classineta é uma evolução da empunhadura caneteira na qual o atleta segura a raquete de forma similar aos caneteiros, porém com certa liberdade no manuseio, o que possibilita golpes com as duas faces da raquete.

[editar] Campeonatos Mundiais e Olimpíadas
Ver página anexa: Lista de campeões mundiais do tênis de mesa
Ver página anexa: Lista de medalhistas olímpicos do tênis de mesa
O Campeonato Mundial de Tênis de Mesa começou a ser disputado em 1926, sendo, de forma geral, disputado anualmente até o ano de 1957, com exceção para o ano de 1927 e os anos entre 1940 e 1946 quando da Segunda Guerra Mundial. Neles são disputados os eventos individuais, de duplas e de equipes nas categorias feminino e masculino.
Desde 1957 os Mundiais são disputados a cada dois anos e a partir de 2003 o evento individual e de duplas é disputado separado do evento de equipes. Dessa forma, os Campeonatos Mundiais Individuais e de Duplas são disputados nos anos ímpares e os Campeonatos Mundiais de Equipes são disputados nos anos pares.
O jogador que mais vezes se consagrou Campeão Mundial Individual foi
Viktor Barna, nascido na Hungria, com cinco conquistas. Ele foi vencedor nos anos de 1930 e de 1932 à 1935.
No fim da década de 80 e até metade da década de 90, o grande destaque ficou entre os europeus, especialmente os suecos que quebraram a hegemonia de dominação chinesa no esporte. O símbolo maior dessa era foi o sueco
Jan-Ove Waldner que foi 2 vezes campeão mundial e único não oriental a conquistar o ouro olímpico no tênis de mesa.
Na atualidade o destaque é o atual Campeão Mundial Individual, o chinês
Wang Liqin, três vezes vencedor nos anos de 2001, 2005 e 2007.
Desde 1988 o tênis de mesa é um
esporte olímpico.

Referências
http://br.esportes.yahoo.com/pan2007/modalidades/tenisdemesa/historia/ Acessado em 22 de fevereiro de 2008
http://www.cbtm.org.br/indexframe.html Acessado em 22 de fevereiro de 2008
http://esporte.uol.com.br/olimpiadas/ultimas/2004/07/06/ult2274u20.jhtm Acessado em 22 de fevereiro de 2008
http://www.johann-sandra.com/popular.htm Dado estimado em 2002 que inclui o esporte praticado como lazer; Acessado em 22 de fevereiro de 2008
http://esportes.terra.com.br/pequim2008/interna/0,,OI1966636-EI10378,00.html Acessado em 22 de fevereiro de 2008
Regras do tênis de mesa Ver artigo 2.12.1
Regras do tênis de mesa Ver artigo 2.6.3
Regras do tênis de mesa Ver artigo 3.2.3
Regras do tênis de mesa Ver artigo 2.15
Regras do tênis de mesa Ver artigo 2.1
Museu do tênis de mesa no site da ITTF
Regras do tênis de mesa Ver artigo 2.4.1
Regras do tênis de mesa Ver artigo 2.4.6
14,0 14,1 Mesatenista.net apud CBTM Acessado em 22 de março de 2008
Museu do tênis de mesa da ITTF Acessado em 02 de março de 2008
Regras do tênis de mesa no site da CBTM Acessado em 01 de março de 2008

[editar] Ligações externas
Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF)
Mesatenista.Net
Mytabletennis.Net
Portal de Tênis de Mesa do About.com
União Latino Americana de Tênis de Mesa (ULTM)
Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM)
Federação Baiana de Tênis de Mesa
Federação Catarinense de Tênis de Mesa
Federação Cearense de Tênis de Mesa
Federação de Tênis de Mesa de Mato Grosso do Sul
Federação de Tênis de Mesa do Distrito Federal
Federação Mineira de Tênis de Mesa
Federação Paulista de Tênis de Mesa
Liga Valeparaibana de Tênis de Mesa
Clube de Tênis de Mesa de Jacareí
Federação Pernambucana de Tênis de Mesa
Federação Sergipana de Tênis de Mesa
Federação Tocantinense de Tênis de Mesa
União Européia de Tênis de Mesa (ETTU)
Federação Portuguesa de Tênis de Mesa
Kkreanga - Vídeos de Tênis de Mesa
Estádios de Tênis de Mesa
Tênis de Mesa Paraolímpico